sábado, 22 de fevereiro de 2014

Memória Viva do Museu

Boa noite caros amigos,

Queremos deixar aqui neste dia de hoje, nossas sinceras condolências à tudo o que vem acontecendo esses dias. Perdemos um grande marido, pai, sogro, irmão e amigo, mais principalmente perdemos um homem de fé e um grande escritor, que amava o que fazia e que nunca iria deixar que esse "cantinho" acabasse.

Por isso viemos aqui hoje dizer à todos que iremos, aos poucos, continuar com todas as histórias, causos e saudades por ele deixadas aqui, só com uma diferença: seremos nós, a família, que iremos ficar no lugar dele. Não irá ser a mesma coisa porque ninguém nunca será como ele foi, mais iremos sim fazer tudo o que podermos para manter este espaço como sempre foi. Queremos trazer à vocês tudo o que sempre foi mostrado aqui.

Diante disto, precisamos da colaboração e compreensão de todos para nos ajudar a manter a história viva do museu e principalmente manter viva a memoria do grande homem que foi Jobão. 

Pedimos à todos os amigos, colegas e colaboradores, que tiverem alguma história pra contar que nos enviem via e-mail: museuvirtualcg@gmail.com
Informamos à todos que estamos abertos a sugestões, interessados é só entrar em contato via e-mail ou pelos telefones (83)8755.5152 (Bruno Vidal) ou (83)8886.7998 (Laís Ramos)


Att,
Bruno Vidal
Laís Ramos




4 comentários:

Adicionar Amigo disse...

Muito bem, esse tesouro não pode acabar!!! Jobão agradece, e nós fãs (seguidores) também!

Anônimo disse...

Homenagem ao amigo Jóbedis,


Amigo Jobão, quantas homenagem você escreveu nestas páginas aos amigos que se foram ou que ainda conviviam em nosso meio mas que vc com seu infinito dom de falar/ descrever, deixava neste museu algo sobre o dia a dia dos seus amigos e que por sinal preenchia de saudade o coração dos que mesmo distante desta terrinha se sentiam tão próximo de todos ? E hoje amigo estamos aqui... Tentando deixar algo que pelo menos se aproxime do dançar das letras ora escrita por vc para seus amigos. Saiba Jobão não é fácil dar continuidade ao trabalho de tanto amor que vc fazia, mas, vamos que vamos tentar continuar pois você com certeza ficará muito feliz em saber que o Museu Virtual do Esporte de Campina Grande. Hoje me vejo com uma tarefa muito difícil ... que é dizer o quanto vc foi fundamental para a memória dos esportista amadores de Campina Grande – mas de forma especial aqueles amadores do bairro de São José / Prata/ e do nosso gigantão- Colégio Estadual da Prata, Sentiremos saudades de tudo que vc escrevia. Poucos dias antes de vc partir estivemos conversando pelo face book, como sempre em busca de algo para falar sobre alguém e desta vez me pedindo outras fotos do meu amado irmão ANSELMO que havia falecido e querias fazer outra homenagem e como sempre nosso bate papo terminava com um “até logo” “boa noite” e no final vc dizia ainda falaremos muito sobre o assunto estou no aguardo de alguma informação e mais fotografias para preencher as páginas do seu blog. Pois é amigo mas desta vez o ate logo s estendeu e o silencio tomou conta de nós. Quem sabe hoje estamos pensando em tudo que podíamos ter feito e não fizemos, das palavras que deveriam ser ditas e não dissemos, atitudes que deveríamos ter tido e não tivemos. E se tivéssemos feito tudo, o tudo não seria suficiente. Somos assim.. Neste momento amigo deixamos aqui também uma palavra de muita força para seus familiares. Sua esposa que com certeza era sua amada e amiga víamos isto através dos seus escritos para com ela, sempre de forma tão carinhosa, seus filhos, estes também um grande tesouro era muito evidente o carinho no relacionamento de vcs. Noras genros enfim todos os familiares hoje sentem sua falta. Mas no entanto sabedores eles que vc está ao lado do Pai, com muita luz. Saudades amigo. Fica com Deus.
BERENICE GUIMARÃES FIGUEIREDO- IRMÃ DE ANSELMO - MAGAZUL

João Alfredo disse...

Estamos esperando ansiosos a volta do Blog do meu amigo Jobão!!!

Luiz Mota disse...

Saudades desse VELHO GUERREIRO!
Saudoso Jobão.

Postar um comentário