sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

CONFRATERNIZAÇÃO MAIS ANTIGA DOS TIMES DE PELADA DE CAMPINA GRANDE

POR: JOBEDIS MAGNO DE BRITO NEVES


Em meados de 1966 em uma barbearia vizinho ao Cine São José em Campina Grande, após uma reunião de amigos, quando resolveram montar uma equipe de futebol de pelada.  Daí em surgiu a grande equipe do Everton Esporte Clube do Bairro do São José, dai em diante foram mais de 40  anos de história de sucesso, onde o time disputou todos os principais torneios do futebol amador de nossa cidade, como Tabelão da Liberdade (campeão)  Torneio Suburbano  (tri campeão),  Copa Arizona (vice campeão,  perdendo a final em uma disputa de penaltis para o “reforçado” time do Renascença), entre outros torneios.

O time que revelou vários craques para o futebol profissional foi extinto neste século por falta de reposição de jogadores, pois a moçada de hoje não gosta mais de jogar futebol preferem as baladas (num momento em que vemos a nossa juventude destroçada pelo álcool e pelas drogas e os bailes funk tornando-se um símbolo da degradação, é necessário tomar providências muito sérias para estancar esta decomposição das futuras gerações. Nestes bailes, adolescentes  chegam a simular publicamente gestos de relações sexuais, sem o mínimo de recato que sempre foi uma grande virtude feminina. Em muitos “bailes” chegam a consumar-se atos sexuais, sem considerar-se o risco da expansão do vírus HIV e da Aids)..

É necessário endereçar esta juventude para as praças de esportes, sejam das escolas, de centros educacionais ou clubes. Nestes locais, os freqüentadores têm recreação sadia, evitam a obesidade precoce, ganham em saúde e ainda mantêm-se longe dos hábitos degenerativos que avançam rapidamente)..

Na nossa festa de confraternização  todos os ex atletas que atuaram na equipe se confraternizam todos os anos até hoje, tanto, que neste Domingo 16 de Dezembro de 2012 os ex- jogadores se reunirão em mais uma confraternização.

O encontro de ex-atletas contará com a presença dos antigos jogadores, que poderão matar a saudade dos tempos de atuação nos campos da cidade. Este encontro é essencial para manter viva a nossa história. Para os ex atletas e dirigentes o  evento é tradição. Mesmo encerrado há alguns anos, o ao longo de 46 anos. Será no restaurante Espetão antigo Boião no bairro da Prata a partir das 11 horas.

Criticado por alguns, elogiado por poucos, místico para outros, copiado por tantos e invejado por muitos,  este é o EVERTON, que tem na simplicidade e na sinceridade de própositos, o segredo de sua profícua  e contínua existência como parte integrante da comunidade do São José.

Contamos com suas presenças.

Algumas fotos de nossas confraternizações:

      A PRIMEIRA FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO DO EVERTON EM 1966

A primeira festa de confraternização do  Everton em 1966 foi realizada na casa de Cabo Alberto no bairro do São José em frente ao Banco da Praça. Teve a participação de vários jogadores, Dirigentes e amigos. Contando também com a honrosa presença de Enivaldo Ribeiro grande político paraibano levado pelo nosso secretário da época Francisco Mendes. 

Para aumentar é so clicar na imagem




















2 comentários:

JONAS DIDI disse...

Criticado por alguns, elogiado por poucos, místico para outros, copiado por tantos e invejado por muitos,
este é o EVERTON, que tem na simplicidade e na sinceridade de própositos, o segredo de sua profícua
e contínua existência como parte integrante da comunidade do São José"

Lembra desse trecho escrito por você, claro que sim, são tantos que nunca vão se esgotar, o time pode
ter parado de jogar, mas suas lembranças vão permanecer para sempre em nossos corações!!!

Queria estar presente a esta festa, mas no momento em que estou passando exige tomada de decisões
que mundam muito a minha rotina de vida...dia 22.12 nos encontraremos, abs a todos os amigos!!!

Caso queira ligar...ligue para este..talvez ouça melhor, kkkkk TIM..(85) 9636.0811.

Seu amigo de fé e irmão camarada...Jonas didi, abração.

Mariluce Falcão Diniz disse...

Parabéns, Jobedis Magno pela simplicidade e pela iniciativa de reunir em um museu virtual , um elenco de noticias do esporte de nossa cidade do passado que já tinha fugido da história, mas nunca de nossa memória. Agora sim, está registrado, e tão bem registrado para as gerações futuras, é tanto que o Museu esta tendo um acesso no mundo todo. Ninguém soube contar tão bem esta página futebolística de sua terra, como você, é um espécie de Museu de nossa “Rainha da Borborema”que tem história, homenagens e cheiro de Campina Grande. Suas crônicas são providas de uma característica incomum, por retratar, com absoluta fidelidade, o perfil e hábitos de seus conterrâneos, companheiros de futebol, tornando os fatos e fotos numa leitura tão gostosa.

Postar um comentário