terça-feira, 20 de agosto de 2013

QUEM FOI CRAQUE - BONGA

POR: JOBEDIS MAGNO DE BRITO NEVES

Carlos Merêncio era o seu nome de batismo, porém ninguém o conhecia assim. Mas, se alguém, na década de 50 e 60, enfronhado no futebol de pelada de Campina Grande perguntasse quem era Bonga, um nome conhecido para os desportistas daquela época que freqüentavam os campos de futebol hão de lembrar-se da figura do quarto zagueiro que jogava nos times do bairro do São José.

Muito cedo Bonga e seus irmãos Nego Jaca e Celso começaram a bater bola, lá mesmo no bairro do São José de Campina Grande/PB, onde nasceram, bairro celeiro de bons jogadores.

Bonga alcançou o elenco titular do time São José. Foi por acaso que chegou lá. Já nessa época, demonstrava um pouco de classe, de técnica e muita garra. Sua valentia, sua liderança, sua vontade de vencer, seu amor fazia dele um grande destaque do time.

Não chegou a ser um craque consagrado, mas era dedicado, raçudo, capaz de atuar em qualquer posição da defesa com a mesma eficiência. Tinha um futebol alegre e às vezes exibia alguma categoria. Por isso jogou em varias equipes formada no bairro do São José entre eles o São José, Juventus, Portuguesa e o Grande Everton da qual foi um dos fundadores (foi com o ‘Everton’, time que teve que teve um dos melhores momentos da carreira. Viveu no time rubro verde do São José muitos momentos felizes).

Era um jogador com atuações regulares. Não gostava de perder e atuava com muita virilidade. Não misturava a virilidade com violência. Na área, estava sempre atento aos ataques do adversário. Combatia, corria para cobrir seus companheiros e lutava pela vitoria até o ultimo minuto.

Era tipo do jogador que empolgava sua torcida. Aqueles que conheceram Bonga sabem muito bem que sempre foi um rapaz humilde, franco, correto, e cumpridor de seus deveres.

Era um jogador voluntarioso e pelo seu porte físico impunha respeito ao adversário. Tinha pouca técnica, mas uma disposição enorme e um físico privilegiado.

Nunca usava a violência, depois que deixou os campos de pelada se transferiu para o Rio de Janeiro, onde mora até hoje. Nunca mais tivemos noticias dele.


Algumas fotos do Bonga com atleta e desportista:








Um comentário:

Anônimo disse...

É um belo resgate dos tempos idos e maravilhoso do futebol de pelada no São José. Bonga está incluso nesse contexto. Foi um zagueiro aguerrido e que sempre buscava à vitória. Lembro de uma partida contra o Botafogo da Liberdade em uma tarde de domingo no campo em frente à Igreja das Graças, ele foi bater um tiro de meta contra o vento, deu um “bicudo” em baixo da bola que subiu e voltou para dentro de nossa área e foi um Deus nos acuda! O Velho Fuba quase tem uma ataque do coração. E gritou: “Bonguinha, tu tá armando o inimigo” ...
Jobedis, muito pertinente a homenagem a um dos baluartes das pelas do bairro. Ao Carlinhos, minhas estimas onde por ventura estiver.

Vadinho

Postar um comentário