terça-feira, 16 de outubro de 2012

MEMÓRIAS DO FUTEBOL DO PASSADO - BÉ

POR: JOBEDIS MAGNO DE BRITO NEVES

Hoje vamos relembrar onde foi parar um atacante que marcou época, principalmente na década de 50. Estou falando de Roberto Bucarelli, conhecido popularmente como Nego Bé!

Nasceu em Campina Grande e tinha um pai adotivo que era italiano que o adotou ainda criança que lhe deu seu nome no batismo.

Bem antes de fazer sucesso pelo Santos, Bé iniciou sua carreira nos times de pelada de Campina Grandes: Jogou pelada no Bordel e no Racing depois foi ser jogador  profissional no Treze futebol Clube, onde chegou muito jovem, com apenas 16 anos de idade. Foi numa epoca de monstros sagrados do Treze entre eles o Goleiro Harry Carey, Uray, Zezinho Ibiapino,Mario, Josias entre outro conforme foto abaixo:


Jogou mais algumas temporadas no Treze ate  até chegar a uma equipe grande do cenário nacional: Foi contratado pelo Sport Club de Recife, onde se consagrou conforme foto abaixo:

                              Bé é o segundo jogador agachado


No  Leão Pernambucano  ele conseguiu se firmar na equipe com suas boas atuações e, ainda em 61 foi vendido  para o Santos Futebol Clube. No Santos teve poucas oportunidades no time titular,  pois o time tinha na sua posição nada menos do que Pele.

No alvinegro praiano, ele chegou com desconfiança por parte da torcida santista, mas aos poucos, conseguiu justificar sua contratação com muitos gols, tendo como parceiros de ataque figuras como Pele, No Santos Bé conquistou o titulo de Campeão de aspirantes e seu primeiro titulo mundial.


                 CAMPEÃO PAULISTA DE ASPIRANTES 61
Este time do Santos conquistou, em 1961, o título paulista de aspirantes. Na decisão, bateu o São Paulo, no dia 16 de dezembro, por 7 a 1. Em pé, da esquerda para a direita, estão Odair, João Carlos, Paulo, Décio Brito (irmão do Brito, campeão Mundial em 70), Fiotti e Jorge. agachados vemos Bé, Roberto Freitas, Juninho, Nenê e Osvald
RECEPÇÃO AOS CAMPEÕES MUNDIAIS

A cidade de Santos parou para receber os campeões mundiais de 1962. O Peixe bateu o Benfica por 5 a 2 na última partida, que muito consideram ter sido a maior atuação da vida de Pelé. Desfilando em carro aberto vemos, da esquerda para a direita, Zé Carlos, Pelé, Lima, Mengálvio, Coutinho, Dalmo, Pagão, e Dorval


Depois se transferiu para o Sporting de Portugal e onde permanecei por algumas temporadas, depois retornou ao Brasil.

Hoje aposentado mora em Santos e nunca se teve noticia do mesmo.

ALGUMAS FOTOS DO GRANDE BÉ:

                                                               TREZE DE 1958







Um comentário:

Anônimo disse...

Valeu amigo Jobão....
Na memória o que é bom fica guardado e vale a pena recordar...fica eterno.

Abs, Jonas didi

Postar um comentário