quinta-feira, 4 de outubro de 2012

QUEM ERA CRAQUE - ZÉ IACOINO

POR: JOBEDIS MAGNO DE BRITO NEVES

A história do esporte de Campina Grande é o somatório de pessoas, times e fatos. Se na minha vida eu fosse enumerar as pessoas importantes que conheci e convivi acredito que esta homenagem seria um dos meus maiores posts, como preciso economizar espaço quer dizer que sinto saudades de muitas pessoas que conheci daqueles que fizeram parte da minha vida esportiva e social e de todos aqueles que me conheceram como atleta em nossa cidade.

Mais existem pessoas que admirei demais a sua história e poucos os seres humanos que podem ter a alegria de dizer que possuem amigos de verdade. Eu sou um deles! Tenho a honra de ter em meu quadro da vida, emoldurado por todos os cantos do reconhecimento o nome de um grande homem: José Iacoino de Sousa ou simplesmente ZÉ IACOINO como era chamado no seu tempo de atleta no bairro do São José.

O amigo José Iacoino era uma figura carimbada nas escalações de algumas equipes do bairro do São José aonde chegou para morar nos anos 50. Jogou no Juventus e na Portuguesa e foi um dos fundadores do Everton e por longos anos sendo também o primeiro tesoureiro (conforme foto ao lado).

Zé Iacoino era presença garantida no rubro verde sempre com competência, auxiliava seus colegas no posicionamento e nas conquistas.  Mas não só no Futebol se fez presente no amador jogou também futebol de salão em alguns times fundados no Bairro entre eles o Disparada e em outra agremiação que faziam jogos de futebol de salão por algumas cidades da Paraiba.

Zé Iacoino iniciou sua trajetória esportiva no extinto Juventus. Mas foi no time do Everton que ficou marcado na sua vida, pois ficaram muitos jogos consecutivos sem derrota fato que dificilmente acontecia naqueles tempos idos.  Foi no rubro verde que ficou marcado seu nome, e com ele, Tom, Sabará, Chico Cateta, Jorio e Galego Flavio Escorel, Aldemir, Paulo Buxudo, Naninho, Uala de saudosas memórias, e muitos outros que alem de amigos entre si, mantinham o maior respeito ao glorioso time fundado no bairro, saudades deste tempo do passado...

Não deve deixar de lado ao que "passou” é um erro esquecê-los só porque se ausentam do nosso convívio diário. O tempo das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis, só existe uma coisa melhor de fazer novos amigos; é conservar os velhos.

Com certeza José Iacoino de Sousa é um vencedor e um grande amigo para quem o conheceu, e só temos que elogiar e agradecer por tudo que fez em prol do esporte da nossa cidade e a imagem positiva que sempre esteve vinculada o seu trabalho.

Atualmente aposentado do físico estadual, o grande amigo construiu durante sua digna vida um grande número de amigos, e, sobretudo admiradores sinceros e com os olhos sempre voltados para o Alto.

Fica aqui, através do Museu do Esporte de Campina Grande, minha singela homenagem através de fotos que eternizaram grandes momentos do digno homem, como prova do grandioso ser que tenho a honra de ostentar como AMIGO.

Grande abraço, e, tenho a certeza, que as minhas palavras são as de muitos que também o admiram e respeitam.

Algumas fotos do Atleta e desportista Zé Iacoino:



TIMEDE FUTEBOL DE SALÃO DO DISPARADA
Em cima: Bolinha, Edmilson e ZÈ IACOINO
Embaixo: Carapuça, Tonheca, Naldo e sabará

PRIMEIRO JOGO DO EVETON EM 1966
                                                    EVERTON 12/12/66





AVISO AOS AMIGOS DO ESPORTE, VISITEM AS NOVAS INSTALAÇÕES  DO CHINATOWN

ESTE EU RECOMENDO



4 comentários:

Anônimo disse...

Aí, Jóbedes!
Mais uma vez, mais do que merecida essa homenagem. O Zé foi, realmente, um baluarte para os times do São José da sua época, não só nas atuações como um volante elegante e muito técnico, como na participação ativa nas suas administrações.
Amigo Iacoino,
Como esquecer aqueles bailes de futebol de salão que proporcionamos diversas vezes às tardes de domingo na cidade de Pocinhos, para onde íamos no seu Jipe, jogos organizados pelo nosso Moreira (Chico Cateta)?
E, saindo do futebol, aquelas inesquecíveis noitadas na Tertúlia Rubro-Negra em que, mais uma vez, o jipão nos conduzia.
Um grande abraço, amigo!
Que continue desfrutando de tudo de bom que você soube construir!
Tom

Anônimo disse...

Zé Iacoíno, sinto saudades de amigos que nunca mais vi, e você faz parte de uma maneira que ao rever e agradecer ao Jobão mais uma vez em nos proporcionar uma alegria que nem sei medir...lembro nesse momento que a última vez que joguei ao seu lado foi no campo da Ipelsa, onde eu dei aquele "banho de cuia" após o meu drible no adversário já caído,e fiz o gol,vc esperou eu voltar e disse: Jonas didi, tô rindo até agora, por isso não fui te abraçar (eu olhando pensei...vc tá é cansado), kkkkkkkkkkkkkk, que beleza amigo meu, sou muito grato a Deus em ter tido esta oportunidade de jogar ao seu lado, mesmo por pouco tempo, mais tive o privilégio de ver vc jogar junto a tanta gente boa, nem precisa citar, as fotos aqui falam por mim.
Sua trajetória esportiva faz de você uma pessoa que ficará marcada por uma lembrança de um craque de bola dessa memorável época, e como um ser humano de caráter, nem é preciso vc falar, vc é notado!!!
Muita saudade tb de seu irmão Sicupira, lembranças a ele, tempão que nos vejo vcs amigos meus...justa e bem merecida sua homenagem, aqui nos presenteada pelo amigo Jobão.
Forte abraço, Jonas didi

Gerson Herculano Dias disse...

Caro jOBEDIS
É muito legal poder acompanhar seus textos na WEB, pois considero-te como um profissional bem capaz, expondo suas homenagens e opiniões de forma clara e coerente, contribuindo para a melhora da difusão do esporte, mais especificamente do futebol do passado de nossa querida Campina Grande do passado. Valeu mesmo! Continue com esse trabalho exemplar.

hildeman disse...

ESSA FOI UMA HOMENAGEM JUSTA POR TRATAR-SE DE UM AMIGO COM SERIEDADE DENTRO E FORA DOS CAMPOS DE PELADAS, BEM COMO, COM MUITA HONESTIDADE COM NÓS TODOS.

Postar um comentário