quinta-feira, 12 de abril de 2012

MEMORIA ESPORTIVA - EMBARQUE DE ATLETAS DE CAMPINA GRANDE PARA OS JUBS

POR: JOBEDIS MAGNO DE BRIO NEVES


Às vezes os amigos nos surpreendem com as coisas que eles guardam. Recebi por e-mail esta relíquia de foto de 1968 do arquivo pessoal de meu amigo e colaborador João Mario retratando o embarque de atletas de Campina Grande que iriam representar a seleção paraibana nos jogos Universitários Brasileiros (JUBS) em Salvador BA, que acredito que alguns atletas desta foto não a possuam.

Esta foto me faz lembrar o bom futebol de salão de nossa cidade do passado de que tive o orgulho de participar. Onde existiram grandes atletas,  dá saudade. Era um grupo de atletas que eram verdadeiros mágicos com a bola.

Ver nesta foto o goleiro Jano, João Mario, Toinho, Cil, Alexandre e Leucio bate a saudade, sou saudosista e orgulho-me disso, o passado do bom futebol, reunião de amigos que defendiam suas agremiações com carinho, o bom futebol do passado, não o comercial cheio de esquemas que nunca deu em nada e sim neutralizava o craque.

Sempre vivi  jogando varias modalidades mas com destaque o futebol de salão como nosssos  nossos amigos.  O grande goleiro Jano ja foi tema de destaque neste Museu, o João Mario e Cil que foram grandes zagueiros e que sabiam sair jogando, vestiram varias camisas em nossa cidade com destaque. Os  os atacantes: Toinho, Alexandre e Leucio eram craques e ganharam vários títulos que ilustraram suas passagens pelo nosso  futebol de salão, esta foto acima fala por si só.

Parabéns amigo João Mario,  esta foto só enaltecem não só sua carreira, mais de todos seus amigos que serviram de base a grandes equipes e da seleção de nosso Estado da Paraiba.

2 comentários:

Anônimo disse...

Jobedis, pelas relevantes contribuições de João Mario, você nos tem proporcionado verdadeiros passeios no passado. Estimo que essa parceria continue para que possamos usufruir de postagem como de cima. É uma verdadeira relíquia do nosso maravilhoso passado futebolístico.
Parabéns pelo sucesso do “museu” e que continues a ter sempre essa inspiração maravilhosa.
Fraterno abraço.
Do amigo
Vadinho

Leucio Barbosa disse...

Jóbedis,
Dias atrás desafiei João Mário a desvendar quem seria o dono do braço. Ele não conseguiu. É do velho Tom.
Leucio

Postar um comentário