domingo, 1 de abril de 2012

MEMORIA ESPORTIVA - RACHA DOS COQUEIROS DE ZÉ RODRIGUES

POR: JOBEDIS MAGNO DE BRITO NEVES


Dos arquivos do colaborador João Mario, localizamos essa relíquia do tempo do futebol amador campinense  dos anos cinqüenta, época romântica, quando a prata da casa ainda tinha prestígio.




Nesse retrato, podemos reconhecer alguns craques daquele momento, fazendo o futebol acontecer na “Rainha da Borborema”, são eles  Zé Guedes , seu irmão Arara, o nosso amigo Lidemberg Alves,  o popular “Pai Vei”, Oberon, Vieirinha, Gilvan entre outros, no antigo campinho do "Coqueiros de Zé Rodrigues" de saudosas jornadas esportivas.

Seria de suma importância, se a Prefeitura  pudesse resgatar o futebol  amador do passado da cidade, buscando parcerias com as escolas, associações de bairro e grupos interessados em  conhecer o esporte do passado de nossa cidade. Teríamos muitas dificuldades no início de ordem diversas, mas com o tempo, a coisa iria se encaixando, de forma que poderíamos muito bem reviver a fase áurea que foi o nosso futebol. 

Caso queira deixar sua colaboração em relação aos atletas dessa foto, participem através dos comentários, logo abaixo. A participação de todos engrandece a nossa história.

5 comentários:

Francisco Pires disse...

essa eh do fundo do bau mesmo. parabens, continua postando abraço.

Anônimo disse...

Amigo Jobão, tomei conhecimento desta relíquia há 2 dias atrás, quando o amigo João Mário me mandou, e ele me falou que acham que foi....haha pensam que vou dizer quem foi, quem plantou os coqueiros, afinal hoje é 1º de abril rsrsrsrs.
Fica aqui o espaço aberto para todos que postarem seus depoimentos falar quem foi mesmo e se acham quem foi...
abraços, Jonas didi

Claudio Vieira Souto disse...

Ô Jobão! leio tudo o que você escreve, a bem da verdade que nem sempre faço os meus comentários, a grande maioria das vezes guardo pra mim mesmo e fazem parte da minha meditação após um dia stressante de trabalho. Mas, eu não poderia em hipótese nenhuma me omitir diante dessa narrativa tão verdadeira e a tua capacidade de fazer a gente se emocionar lembrando de coisas tão simples… O melhor da história é você conhecer os personagens, o local e mergulhar nesse universo chamado PASSADO e constatar que a história toda é verdadeira… “O Pai Velho” ja era o mais velho desta rapaziada jogava muito ruim por sinal… Mais uma vez não custa nada te agradecer pelas boas lembranças… Se algum dia eu escrever algo sobre um grande jogador de futebol de salãoo que eu vi jogar cara seria você… Valeu! você é o cara… Parabéns pela “retórica” e mais uma vez… OBRIGADO PELO PRESENTE… POIS O PASSADO FOI EMOCIONANTE…
Claudio Vieira Souto

JOÃO MARIO disse...

Pois é Jóbedis, e o Gilvan da foto não e nada mais nada menos do ex jogador e grande crack Gilvan que jogou no Campinense, Ceará etc.
Hoje é pastor !
Quanto ao que Jonas falou sobre a plantação das primeiras mudas de coqueiro dizem que foi Raul...!!!

Jobedis Magno de Brito Neves disse...

Quem plantou os Coqueiros de Zé Rodigues foi ele mesmo. O José Rodrigues é o bisavô de Paulinho da Caranguejo

Postar um comentário