terça-feira, 29 de maio de 2012

CANTINHO DA SAUDADE- SEU NEZINHO

POR: JOBEDIS MAGNO DE BRITO NEVES



Se tiver que escolher apenas uma qualidade para definir um   bom treinador. Sempre aponto como bom, aquele que é capaz de armar equipes competitivas, com material humano modesto. Por isso, gostaria de citar o Seu NEZINHO   (pai do Wilson Cabelinho e do Jornalista Willams Monteiro e também é avô da grande cantora campinense Janine) treinador de alguns times da cidade.

Foi um técnico do futebol de salão e de campo de nossa cidade  digno da minha admiração.

Nesta sua longa carreira teve o prazer de trabalhar com craques e muitos bons jogadores que fizeram historia e tiveram a felicidade de serem orientados por esse senhor de cabelos grisalhos, fala mansa com sotaque paulista do interior (era de Presidente Prudente em São Paulo e veio trabalhar na antiga Sanbra. Morou no bairro da Liberdade na época de ouro do algodão)

Muita conquista esse admirável técnico conseguiu dirigindo médios e pequenos clubes, ganhando títulos não importando a condição da agremiação que contratava seus serviços seu NEZINHO sempre foi à mesma pessoa dedicada ao trabalho com olho clinico pra descobrir e lançar talentos, bondoso nas horas que devia ser e austero também nas cobranças aos seus subordinados.

O que ele fez em nas quadra e nos campos de futebol de pelada de nossa cidade (independente do resultado do jogo e campeonatos a frente do clube dos times era brincadeira. Parabéns professor! O nosso amigo Wilson seus familiares  e os amigos do esporte  a melhor coisa a ser feita é simplesmente recordar os melhores momentos que passaram nas suas vidas, pois sempre terá o vazio da perda. Pensar no periodo de luto de seus familiares, onde a dor foi imensa...mas que passado este tempo haja a superação pois a vida tem que continuar, mesmo vivendo com a lembrança...... 

Deus o acolheu.

Algumas fotos do seu NEZINHO  com treinador e dirigentes esportivo:
                                             

AUTO ESPORTE DA LIBERDADE








5 comentários:

Anônimo disse...

“Seu” Nezinho, um grande desportista. Na verdade um estudioso do futebol. Treinador competente e entusiasta do bom futebol. Tive oportunidade de jogar no time de futsal do SESC, onde o mesmo era o treinador. Recordo da sua figura na lateral dos campos orientando seus jogadores. Foi por muito tempo o treinador do Auto Esporte da Liberdade.
Um time bem “arrumado” que era muito difícil de ser vencido. Tinha como zagueiro principal, Petrônio. Pessoas como o Sr. Nezinho, fazem muita falta nos dias de hoje. E essa lacuna nós sentimos na desmotivação dos peladeiros de hoje em dia. ”Seu” Nezinho deu sua relevante contribuição ao nosso futebol amador. E todos são gratos, por terem privado de sua amizade.
De parabéns o editor pelo memorável resgate.
Abraço
Vadinho

Marcílio Soares disse...

Seu Nezinho, uma figuraça altamente reconhecida no meio esportivo de Campina nos anos 60/70.
Era funcionário da extinta SANBRA, que também comandava os times (futebol e futsal) desta Empresa. Não tive a oportunidade de ser meu técnico, mas sempre houve um respeito mútuo, sempre muito educado com todas as pessoas e também gostava de conversar sobre os jogos que ocorriam.
Concordo plenamente com as palvras de Vadinho, seu Nezinho faz falta, deixando um sentimento de saudade à todos nós que convivemos bons momentos nas quadras e nas peladas.
Valeu seu Nezinho, por tudo que o SENHOR fez pelo esporte amador de Campina Grande.

Anônimo disse...

Jobão amigo, mesmo diante de uma homenagem que reflete...admiração, lembranças e uma saudade muito grande,...Sr. Nezinho, exemplo de competência, meus amigos: Vadinho e Marcílio Soares, narram de uma maneira que temos é que dizer...que permaneça para sempre na memória de quem o conheceu e melhor ainda de quem conviveu, nos deixa um sentimento de muita saudade.
Que Deus o tenha num bom lugar.

Jonas didi

Anônimo disse...

Jobedis,

O sr. José Aristides de Lima, "seu nezinho", como voce bem o retrata; " senhor de cabelos grisalhos, fala mansade e sotaque paulista do interior", foi primordial na minha vida: treinador, conselheiro, amigo, parceiro e meu 2º pai. Juntos passamos por várias equipes de Campina. Interessante quase sempre entrávamos e saíamos juntos! Apenas no Estudantes e no Linense não estive com ele. Ensinou-me os atalhos nos campos, quadras e na vida.
Agradeço a voce Jobedis por essa alegria que proporciou-me ao homenagear o meu grande treinador.
O meu reconhecimento a minha 2ª família, irmãos: Wilson, William, Wedson, Whorton, Vanda, Vilma, Vania e mãe Judith, por aceitar-me como um dos seus membros.

Marinaldo Gonçalves de Melo
Teresina - Pi, 30/05/12

JOÃO MARIO disse...

Boa lembrança do grande seu Nézinho !
Tive oportunidade de conhecê-lo quando jogava pelo Estudantes e o seu filho Wilson !
Grande pessoa, e foi um dos baluartes do esporte amador da nossa cidade !
Parabéns a toda familia pelo grande desportista que foi seu NEZINHO !

Postar um comentário