sábado, 21 de janeiro de 2012

QUEM ERA CRAQUE – BENIVALDO ARAUJO

POR: JOBEDIS MAGNO DE BRITO NEVES



Ainda na fase romântica do esporte amador de Campina Grande, nos antigos torneios de amadores, campeonatos disputados em nossos tradicionais campos do Treze e o Plinio lemos, o atacante Benivaldo Araujo despontava como um estilista da bola e mostrava que era um grande  jogador, tendo se destacado decisivamente nos times em que jogou.


Benivaldo Araujo – Era Jogador de bom toque de bola, sóbrio, consciente, taticamente disciplinado, utilizando com mais freqüência à perna esquerda, jogou no Estudante e no Nacional de Zezê e também jogou futebol de salão nos primeiros anos do esporte na nossa cidade, (jogou no GM) quando o nosso futebol fervilhava com boas arrecadações, público enchendo os ginásios de esportes. 

Casou, criou o seu lar e não teve tempo nem de participar de algumas peladas nos finais de semana.No esporte amador foi um grande desportista de nossa cidade. Deu duro para sobreviver depois de arquivar as chuteiras. Batalhou e venceu. 

Depois de seu apogeu, desapareceu de Campina Grande. Muitos se perguntam: por onde anda aquele cracasso de bola, que deitava e rolava pelos campos de Campina Grande no passado ? Quem tiver ou puder comentar o seu sumiço, pode postar ou comentar.

Os fãs de nosso futebol agradecem.


ALGUMAS FOTOS DO CRACASSO BENIVALDO:


BENIVALDO NO NACIONAL DE ZEZÈ´SEGURANDO A BOLA CAMPEÃO DA CIDADE


                                                    FOTOS NA EQUIPE DO ESTUDANTES



   Benivaldo está segurando a bola


PEÇAS E ACESSÓRIO PARA CARROS E CAMINHÕES DO MEU AMIGO DE JUVENTUDE  MARCUS VINICIUS  O CATITA, ESTA MARCA  EU RECOMENDO



6 comentários:

Vadinho disse...

Ótimo companheiro,habilidoso como poucos com sua"canhotinha".Tive a satisfação de jogar ao su lado no "Dentes de Leite".Pouco tempo depois de assumir um cargo no Fisco Estadual,foi transferido para João Pessoa.

carlinhos disse...

Jogar com Bnivaldo, era bastante divertido. Uma vez jogando Estudantes x Oriente no campo do adversário com Zé Preto, Assis Paraiba & Cia, ganhamos de 3 x 1, Gil Silva, deu uma janela em Zé Preto, Benivaldo deu uma risada e gozou com o grande zagueiro. Depois que foi residir na capital nunca mais veio rever os amigos. Parabéns Benivaldo, você nos deu grandes alegrias nos campos de pelada em Campina Grande. Um grande abraço

Gilson Souto Maior disse...

Ao lado de Humberto de Campos,Guedes, Zé Maria, Aluízio e outros´, Benivaldo integrou o melhor time do Nacional, que tinha no treinador Zezé uma figura das mais queridas em nossa Campina. Sempre encontro Benivaldo aqui na capital.

Gilson Souto Maior

Anônimo disse...

Parabens caro Jobedis.O que me chama a atenção é o destaque que voce deu ao texto quanto a personalidade de Benivaldo. Sempre foi um gentleman e voce faz justiça. Quanto ao futebol foi sempre um elegante no trato com a bola. Aqui em Joao Pessoa tive o prazer de reencontrá-lo apesar de que faz um tempao que nao o vejo.

Germano Ramalho

JOÃO MARIO disse...

Velho Beni !
Joguei com Benivaldo no Estudantes e como disse Carlinhos, era divertido jogar e conversar com Benivaldo. Ironico e tinha umas "tiradas" que matavam agente de rir.
Grande jogador,lutador dentro e fora de campo.
Mudou-se para JP e durante esse tempo só o vi uma vez.
Espero que esteja bem com toda a sua familia !
Grande abraço amigo Benivaldo !

Anônimo disse...

Cracaço!
Conheci Benivaldo da forma bastante inusitada, foi em um jogo Oriente e Estudantes, no campo do Oriente . Ele já havia jogado pelo 2º quadro do Estudantes, aquele timaço era 2ºquadro!!. Nos momentos finais do jogo, aproximou-se de mim e insistiu para que eu fosse jogar no Estudantes. Como eu não o conhecia e gostava muito de jogar no Oriente, time do meu bairro, fiz de conta que não o ouvi. Ao final do jogo , novamente, ele voltou a fazer o convite.
15 dias após eu começaria, todos os domingos, durante 1 ano, a pegar o ônibus da liberdade, descer na Praça da Bandeira e tomar o ônibus de Bodocongó rumo ao campo do textil.
Marinaldo

Postar um comentário