quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

QUEM ERA CRAQUE - PIBO

POR : JOBEDIS MAGNO DE BRITO NEVES




O quadro o “QUEM ERA CRAQUE” no nosso Museu, o leitor conhecerá a vida e uma pequena  história do atacante Pibo, atleta que brilhou nos quadras e gramados de nosso esporte amador no passado.
O Pibo, foi descoberto na década de 60, nas peladas de ruas perto dos “Coqueiros de Zé Rodrigues“ onde é hoje o “Parque do Povo” e levado para jogar no time do Estudante de futebol de salão que estava surgindo na nossa cidade, na época uma das forças do amadorismo campinense, equipe já citado neste museu.
Pibo era um craque na acepção da palavra, boa impulsão, excelente colocação, implacável na finalização e marcação, jogava indistintamente nas duas laterais ou de atacante, mas foi na época do grande time do Estudantes na companhia de Sebastião Vieira, Hugo Bala, João Mario, Erção, Garricha, Baiano, Marcus Vinicius entre outros  que o atacante apareceu no futebol de salão de Campina Grande,  no inicio dos anos 60. Com atuações destacadíssimas foi considerado pela imprensa como um dos melhores em sua posição, pela sua perfeição com que marcava seus gols. Que o digam os goleiros e zagueiros daquele tempo.
Pibo na época foi pretendido pelo Campinense de futebol profissional nde se transferiu e  jogou pouco tempo. Depois jogou no Botafogo de João Pessoa e por outras agremiações do Norte Nordeste do Brasil entre elas:  o Santa CRUZ Recife – FERROVIÁRIO CE – FAST CLUB Manaus.
Fotos de PIBO quando jogava no Estudantes:





 FOTOS DE PIBO QUANDO JGAVA NO BOTAFOGO DA PARAIBA





Pibo encerrou sua carreira nos anos 70, jogando no futebol amador, do Amazonas onde mora ate hoje. Nunca mais tinha aparecido em nossa cidade. Neste final de ano ele chegou e infelizmente nada lembra aquele rapaz cheio de saúde. O Pibo hoje enfrenta seu maior adversário: um problema sério de saúde. Esperamos , assim como no futebol, que ele seja o vencedor com a força de Deus.


Segundo meu amigo e colaborador deste museu João Mario Correia Costa que jogou com o PIBO no Estudantes que me mandou por email um depoimento e algumas fotos


Depoimento de João Mario




 - "Fomos esperar Pibo hoje vindo de Manaus.
Grande ideia de Marcilio, pois pelos contatos que ele teve com Pibo sabia que ele não estava bem e uma recepção dos amigos faria bem ao mesmo !
Magro, andando se arrastando e como podemos notar pelo seu semblante é uma pessoa bastante sofrida !
É de cortar o coração lembrar daquele atleta, cheio de vigor, esbanjando saúde e deliciando a todos com a sua aprimorada técnica e hoje não é nem sombra daquele exepcional atleta!
Marcilio, Expedito e Adejardo foram as lágrimas, eu também me emocionei mas não cheguei a tanto, mesmo sendo o amigo que ele prontamente reconheceu, aliás somente eu fui reconhecido por ele e chegou a perguntar se tinha casado com a filha do alemão... !
Vejam as fotos e comparem !!!



                            Na foto Toinlidio, João Mario, PIBO, Marcilio 


Na foto:JOÃO MARIO, PIBO. ADEJARDES, MARCILIO E TOINLIDIO

Hoje ele deve estar com 64/65 anos ! 


Outras fotos do amigo Marcelo Soares que tambem foi ao aeroporto espera o grande PIBO




pela fisionomia do João Mario diz tudo



Nas fotos e o depoimentos de alguns amigos que foram espera-lo no aeroporto o que temos que dizer é o seguinte: 




Nem tudo foram flores no caminho deste grande jogador. Muitas cabeçadas, muitos desacertos envolveram o atleta na sua caminhada pelas esquinas da vida. Tinha um mundo de sonhos que lhe apareciam a sua frente. Entretanto, era jovem, sem experiência e a necessária orientação e levado pelas más companhias, o velho Pibo começou a trilhar o caminho que o levou a quase a um estado de "abandono".



Por isso solicitamos aos amigos que vão participar do encontro no proximo sabado que os que tiverem condiçoes vamos ajudar o  PIBO. 


Ao amigo Marcilio Soares sugerimos que seja lançado um livro de ouro para ajudar o amigo.


.








8 comentários:

JOÃO MARIO disse...

Pois é Jóbedis, quase 40 anos que não via PIBO.
e a imagem que agente guardou era daquele atleta vibrante, com toda a saúde que DEUS lhe deu, e tecnicamente um dos melhores jogadores de futsal do ESTADO.
E ve-lo nesse estado sinceramente, não consegui assimilar o choque !
Erção já está vindo sexta feira para o encontro do esporte e vou chamar Garrincha para fazermos um visita e conversar com ele para nos interarmos do seu verdadeiro problema, você Jóbedis está convidado a ir conosco.
A minha ideia seria pedir a colaboração dos amigos médicos e então levá-lo para fazer um check-up pois todos os indícios nos levam a crer que ele tem serio problema de saúde.
Bem não sou médico é apenas uma suposição !
Vamos todos tentar fazer o melhor para o amigo PIBO !

inaldo felix disse...

meu DEUS,meu velho amigo PIBO, de tantas madrugadas que passamos juntos com:João da penha,Renan,Bolinha,e muitos outros que acompanhavam as nossas birinaites,a vida é uma ciaxa de supresas,vamos ajudalho, foi e é um grande amigo, fazia tempo que eu ñ via meu velho amigo,vou ao encontro da um abraço nele.do amigo de sempre Inaldo.

carlinhos disse...

Meu amigo Pibo,não conhecia mais! saudades do tempo da Frei Caneca, Tiradentes e as peladas nos Coqueiros de Zé Rodrigues.Sempre foi uma pessoa simples e humilde. Foi o único jogador de futebol de salão que dava bicicleta, além de jogar bem gostava de orientar os companheiros. Amanhã irei abraçá-lo. Estou pronto para ajudá-lo no que for preciso. Você merece PIBO.

Anônimo disse...

Para as pessoas que gostam e respeitam os ídolos do nosso esporte do passado, e agradecem por tudo que eles fizeram pelo nosso esporte.

Segundo amigos mais próximos dele o ex-atacante PIBO está realmente passando por uma situação difícil.

E eu pergunto: onde está a AGAP, e seu presidente Luizinho Bola Cheia?

Acho que não sabemos se o é Pibo asssociado e mesmo que não seja existe a obrigação, o dever de ajudar.Segundo me disseram o ex jogador mora de facor em um quartinho nos fundo de sua ex sogra e ele está morando só e em apuros.

Não posso entrar em mais detalhes. Mas posso chamar a atenção da entidade que tem a função legal de ajudar.
Não tenho certeza se devia escrever, e me perdoem seus familiares pela invasão.
Mas precisava tornar pública essa cobrança.

Honório Pedrosa disse...

Não o conhecia pessoalmente, mas meus irmãos Raimundo Pedrosa e Pedrosinha sim. Mas podem contar com minha ajuda.
Noro Pedrosa

Anônimo disse...

Temildo Dias de Queiroz (Pibo). Grande amigo de infância das peladas dos coqueiros de Zé Rodrigues, da sangria do Açude Novo, do Cometa Futebol Clube e de tantas boas recordações de um passado distante, mas muito vivo em minha memória.
Uma particularidade que poucos sabem e talvez não lembrem mais: Pibo tinha um incontrolável medo de cachorro. Assisti inúmeras vezes ele deixar de se dirigir a determinado local por causa de um cão no pretenso trajeto a percorrer. Se tivesse um cachorro na calçada de sua casa, jamais ele entraria.
Entretanto com a bola nos pés, seja de meia, borracha ou couro, ninguém se igualava a ele.
Sinto que atualmente ele não desfrute do que o passado lhe proporcionou.
Abraço fraterno ao meu querido amigo Pibo, que terei o prazer de revê-lo, se Deus quiser, não como gostaria, no próximo final de semana.
Parabéns Jóbedis, por mais esse registro de um grande ser humano.
Marcos Soares

Anônimo disse...

Fenomenal Pibo,dava bicicleta no futsal, como afirmou Carlinhos, mas ia além disto. Dava bicicleta de bico de tênis, no meio da bola. Isto nunca vi outro fazer. Tive a honra de jogar ao seu lado no seu último ano pelo Estudantes, com Erção, João Mário e Sebastião.
Mas independente disto, sempre foi digno de nossa amizade, dentro e fora de campo. Por obséquio,contem comigo em qualquer campanha em seu favor.
Tom

GLAUCO KARDEC disse...

]
Passando neste momento no calçadao as duas irmaes de Pibo e resolvi comentar algo a respeito deste extraordinario atleta e homem de bem .O mesmo me reconheceu do consul torio , vizinho a Catedral e disse :ESTE EO DR GLAUCO , mica medico do Treze e do Everton e ai foi so alegria e contentamento por todo o dia .E feliz em revelo firme e forte.

Postar um comentário