quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

MEMÓRIAS ESPORTIVAS - LERÃO E JUSTO

POR: JOBEDIS MAGNO DE BRITO NEVES

 Quando os times de futebol de pelada disputava amistosos contra a equipe do Comercio da Liberdade na década de 1970, uma dupla de zagueiros ficou com nome em Campina Grande e muito temida pelos atacantes dos times adversários.

 Era uma parelha respeitada, formada por Lerão e Justo, não eram considerados jogadores violentos, eram esforçados e jogavam pra ganhar, principalmente o central Lerão, um megão forte, parecia um guarda roupa, brigador, olhar sério e que não perdia as divididas. Entrava sempre decidido a vencer a parada e as vezes vencia mesmo. Justo era mais comedido. Jogava com alguma classe, mas também sabia bater no adversário. Sua fama de carniceiro subiu muito mais em razão de atuar ao lado de Lerão.

 Abaixo a foto do time do Comercio com Justo e Lerão:

Como curiosidade nesta foto está faltando dois jogadores que ainda estavam se trajando na beirada do campo




6 comentários:

Anônimo disse...

Jóbedes,
Como você falou, Justo era mais light, apesar do seu porte físico, e era um excelente cobrador de falta.
Agora, Lerão, Nego Bode e Cícero da Foice, estes foram os zagueiros de futebol de pelada que aterrorizavam os atacantes da cidade.
Embora o nosso saudoso Paulo Buchudo fizesse a festa em cima deles, com os seus famosos dribles de corpo, em que eles nem chegavam na bola.
Diz-se até que, em um desses dribles, Paulo passou por baixo das pernas de Lerão. Como não assisti a esse jogo,não sei até onde vai a realidade ou o imaginário sãojoseense.

Tom

Jobedis Magno disse...

AMIGO TOM QUE PASSOU POR DEBAIXO DE UM JOGADOR (NEGO bODE) FOI CHININHA) EM UM JOGAO DO EVERTON CONTRA O LEÃO DO NORTE NO CAMPO DELES NO MONTE SANTO . EVERTON VENCENU POR 2 X 0. E NEGO AMAURI APANHOU MUITO DEPOIS DO JOGO. EU ESTAVA LÁ, VI, JOGUEI E FIZ UM DOS GOLS O OUTRO FOI DO CHININHA
ABRAÇÃO

Anônimo disse...

Amigo Jóbedes,
Tens toda razão. Também, fora de Campina há mais de 40 anos, vou me meter a falar de um jogo de que fizeste parte ativa, né?
Mas é também verdade que Paulo Buchudo arretava esses zagueirões. A própósito, o que chamei de Cícero da Foice era, se não me engano novamente, Orlando da Foice, não era mesmo?

Um grande abraço,
Tom.

Anônimo disse...

Sim,amigo,

Não esquecer o Churucão, não é?
Um terror!
Tom

Jobedis Magno disse...

Era Orlando da foice e trabalhou comigo como caldeirista por muitos anos e me contava suas bravatas de antigamente
kkkkkkkkkk

Anônimo disse...

caros conterrâneso! um grande time amador foi o botafogo da Liberdade, também o Everton e o Santos da estaçãO... me lembro de um excelente jogador que vi muitas vezes jogar mas não lembro o time...o seu nome era Betucha!! Alguém sabe? e ele ainda é vivo?

Postar um comentário