quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

QUEM ERA CRAQUE - GARRINCHA

POR: JOBEDIS MAGNO DE BRITO NEVES



Vou tomar a liberdade de contar a história de um dos grandes goleiros de futebol de salão do passado de Campina Grande o Garrincha, mesmo sem pedir licença, até porque ele não me autorizou de tentar contar aqui um pouquinho de sua trajetória de vida esportiva de nossa cidade no passado que é admirável pela grandeza dos seus atos, que são tão discretos que muitas vezes passam despercebidos pela maioria das pessoas.

A história de Garrincha é rica em detalhes, mas infelizmente não vou conseguir relatá-los com precisão, pois tudo que estou escrevendo aqui foi o que eu consegui guardar na memória, minha vontade na hora era gravar tudo junto com ele, mas isso faria perder a espontaneidade e eu não faria isso jamais.

A sua história no esporte da nossa cidade é de uma grandeza que poucas pessoas possuem. Por isso sentia necessidade de materializar este fato, para que outras pessoas também possam compartilhar.

Garrincha começou a vida futebolística na posição de médio volante ou lateral direito e disputou várias partidas pela equipe de futebol de pelada do Estudantes se destacando na época. Com a implantação do futebol de salão em nossa cidade na ocasião numa partida o goleiro veio a faltar e o treinador (Sebastião) solicitou a Garrincha que fosse para o gol, pois já tinha uma experiência como goleiro de futebol de pelada  não deu outra foi tão bem na partida que desde daquele dia nunca mais sai da posição.

Como goleiro de futebol de salão Garrincha  se sagrou tri- campeão do campeonato da cidade pela equipe do Estudantes. Ele  lembra como se fosse hoje jogadores que com ele fizeram a alegria dos torcedores do clube que sempre estavam presentes nas partidas e eram muitos como João Mario, Erção, Hugo Bala, Orlando, Sebastião, Pibo entre outros, esse time imbatível tinha como treinador o Bastiã e depois Orlando, os jogos aconteciam na AABB de saudosa memória.

Abaixo um depoimento de João Mario ex jogador que jogou vários anos com Garrincha e algumas fotos do Garrincha:


Garrincha, ou Francisco Barbosa de Lucena, engenheiro civil e ainda hoje presta serviços na ATECEL CG.
Chico, como nós chamávamos, jogava de lateral direito no futebol e foi para o futsal jogar de goleiro por acaso. (como você bem sitou)
Quando Garrincha disputava as Olimpiadas Estudantis da PB pelo time de Futebol, ele foi convidado pelo então técnico VAVÁ que foi técnico do TREZE e ex jogador e técnico do Botafogo de JP, para assinar contrato com o Botafogo, mas Garincha recusou o convite, ois a ele só interessa mesmo era terminar o seu curso de engenharia !
Garrincha também jogou na seleção Universitária de futebolda PB quando dos jogos Universitarios realizado em Santa Maria no RS .
No futebol era um jogador leal, não lembro de uma jogada desleal dele,  e tinha uma percepção de cobertura excelente e batia bem na bola e jogava com inteligencia !
A caracteristica de Garrincha no FUTSAL era a colocação ! Não lembro ter visto Chico ter dado um mergulho ou fazer uma “ponte”, para agarrar um bola. Era o contrario do grande Mozart!
Os técnicos do futsal do ESC foram Sebastião (jogador/técnico), e Orlando Guedes de Andrade, que também jogou no Campinense e depois no ESC e ficou como técnico e foi o comandante do TRI Campeonato.















3 comentários:

Anônimo disse...

valeu jobão, realmente Garrincha não fazia muito esforço para defender os bombardeio adversario, a lavadeira fica brava com ele pois ele não sujava a camisa, um abraço de ESPEDITO VILAR.

lambreta disse...

Professor Garrincha, foi quem me ensinou a gostar do Estudantes, pois sendo meu professor de matematica no PIO XI, me falava dos jogos e eu ia assistir. O primeiro foi na quadra do Campinense e eu foi quem segurou sua mochila enquanto ele jogava de goleiro pelo estudantes.Depois vieram os jogos de futebol de campo no Textil, e com 14 anos eu ja era companheiro dele no estudantes. Sempre diz que fui um mau aluno e que colava muito. E um dos unicos que ainda continua a jogar apesar dos 85 anos. Um abraço Chico

Anônimo disse...

Um pouco à distância, ouvia belas histórias a respeito desse que foi um grande atleta, além de futebolista.
Nas Olimpíadas Universitárias Paraibanas, conquistou medalhas no atletismo, em várias modalidades de corrida.
Aí ficava fácil atuar na lateral direita do Estudantes e onde mais atuou.
Quando inventaram de colocá-lo como goleiro de futebol de salão, então, ficou fácil para esse gigante atuar embaixo daquela trave diminuta. Fechava todos os espaços.
Nunca esqueço do dia em que, na saudosa AABB, após um jogo do GM, em que eu jogava, João Mário e Sebastião me convidaram para entrar no Estudantes. Agradeci, mas declinei, pois preferia jogar no GM a ser reserva no Estudantes. Eles então me falaram que Garrincha, por estar se formando em Engenharia, iria abndonar a quadra. Não quiz acreditar que, em plena forma, ele fosse fazê-lo. Só acreditei quando eles me levaram para falar com o próprio Chiquinho, como o chamavam, e ele confirmou. Só assim concordei, com muita honra e alegria, em compor aquele time que foi um dos grandes entre os grandes, com todos os craques já mencionados por Jóbedes.
Valeu, Garrincha!
Tom.

Postar um comentário