domingo, 11 de março de 2012

CANTINHO DA SAUDADE - UALA

POR: JOBEDIS MAGNO DE BRITO NEVES



Wallace Alves Gomes – o “UALA”  Craque do nosso futebol deixou  saudades na sua partida quando   encerrou seu ciclo de vida terrena. Foi  mais um craque do futebol amador de nossa cidade que vai ficar nas nossas mentes suas grandes jogadas, do seu jeito de atuar, sua competência de bater faltas quando esteve vestindo o uniforme nas equipes que atuou em Campina grande. Marcou sua história dentro do futebol amador  integrando as cores do Cacareco, do time de futebol de salão o “Furacão”n Trezinho   e  do Everton E.C. onde foi um dos fundadores e jogou a primeira partida do time nos campos de nossa cidade nos anos 60.   Ate hoje  é lembrado por sua habilidade, pelas faltas cobradas, toques curtos bola presa aos pés, agora é  mais um em que temos saudades pelo o que representou na sua época como atleta e pessoa.

Algumas fotos do Uala:






4 comentários:

Jonas Didi disse...

SOBRE VOCÊ,
Amigo/irmão Jobão, a sua dedicação em mostrar e externar tudo que aconteceu em nosso esporte amador e outros assuntos, que em sua diversidade nos dar muita alegria e saudades, resolvi dar uma pontinha aqui de redator e postar uma homenagem ao amigo.
Olha, todos nossos amigos fizeram história, mas só um grande igual a você sabe escrevê-las aqui neste museu.
Você se refugia ao passado e nele pensa como nos fazer encontrar tanta felicidade em ver e rever amigos e pessoas conhecidas que merecem serem lembradas.
Há certos momentos que você se atreve, é ousado e conta fatos até então desconhecidos, que muitas vezes nos dar exemplo da vida e de viver intensamente os dias de hoje.
Tú és crítico na hora de criticar e elogia na hora de elogiar.
Você dar uma descrição dos acontecimentos em seus devidos lugares...no que foi e no que é.
O que será, não, pois a certeza é imprevisível, e estamos cheios neste mundo de futurólogos, pois só Deus é quem sabe.
Como é difícil falar de si próprio, pois devemos conhecer bem os nossos defeitos e aproveitar bem as nossas qualidades.
Então amigo meu, tomo esta liberdade, mesmo sabendo que você sabe e bem falar de você, para dizer que pessoalmente te conheço há muito anos e que nossa amizade tem um alicerce formado por uma coisa muito forte que é a “sinceridade”, pois quem acredita, confia um no outro.
Amigo Jobão, que Deus te dê o poder de nunca desanimar, de olhar para o futuro com alegria e esperar todos os dias algo de bom junto aos seus familiares.
Que não deixe você desistir dos seus sonhos, que levante os olhos para a vida, e que ela possa parecer linda e sempre.
Forte abraço desse seu amigo de fé camarada,
Jonas Didi e família.

Jonas Didi disse...

Amigo Jobão...O TEMPO DURA BASTANTE PARA AQUELES QUE SABEM
APROVEITÁ-LO "Leonardo da Vinci" ... que aproveitemos!!!

Sobre esse grande amigo Wallace, devo dizer que não o ví jogar no auge,
seu comentário sobre ele ratifica tão certo o que representou, quando iniciei
no Everton ele já não estava mais jogando, mesmo sabendo que não iria ter
chances alí naquela posição, teria aproveitado seus cruzamentos para fazer
meus gols de cabeça, pois dava as vezes uma de meia avançado, deixando
vc e Som lá trás na retaguarda, lembram-se desse meio campo? é claro!!!

Wallace, deixou saudades e muitas lembranças,
Jonas didi

comentários disse...

Grande Lala! Era daqueles pontas que iam a linha de fundo e davam um passe, não um cruzamento aleatório.Inteligente,chute potente...um belo jogador de se ver.Tive o prazer de jogar ao seu lado no Everton e Trezinho.Nos deixou prematuramente. E que o criador o tenha colocado num lugar de muita paz e harmonia.
Parabéns ao blog pela justa e merecida homenagem!
Abraços
Vadinho

BINHO disse...

Sou leitor assíduo deste blog, e é com alegria que tenho a oportunidade de reviver momentos inesquecíveis do passados em nossa cidade. É muito bom ver pessoas queridas lembradas e homenageadas neste espaço agradável que é o "cantinho da saudade". Com imensa satisfação vejo este artigo sobre o Uala e muitos outros. O "Uala", como era chamado nos primeiros tempos de jogador, dar saudade de me lembrar daquele campeonato amador da equipe do Trezinho, onde surgiram tantas revelações para o esporte campinense; Como tinha atletas em nossa cidade que se quizessem era profissionais em qualquer time de nossa cidade, posso citar como exemplo dessas revelações o "TITULAR deste Museu" vc Jobedis que vi jogar e vc era grande jogador. ja que vc ter homenageado tantos outros talvez com menos brilho que vc... mas não esqueço daquelas grandes noites de futebol de salão onde vc e outros eram verdadeiros astros.
Abração e continui nos abrilhantando com suas historias.

KLEBER DE BARROS

Postar um comentário